História

São José do Jacuípe é um município brasileiro do estado da Bahia.

Foi desmembrado do Município de Capim Grosso, sendo sua data de emancipação 13 de Junho de 1989.

Está situado a 286 km de Salvador, e sua área é de 369,23 km².

Abriga em seu território a Barragem de São José do Jacuípe " a qual poderia dar um grande impulso ao desenvolvimento da agropecuária do município. No entanto, esse importante recurso hídrico ainda não foi devidamente explorado.

São José do Jacuípe está situado na região do semi-árido do estado da Bahia "[8] em uma área muito castigada pela estiagem, entre os municípios de Capim Grosso e Várzea da Roça.

A economia do município está baseada na agricultura e na pecuária de subsistência, com pequena atividade industrial e comercial, notadamente na área de serviços.

A cultura do sisal é também muito importante para a economia local, devido à dificuldade em desenvolver outras culturas, notadamente em razão das características climáticas do semi-árido, onde pode ocorrer grandes períodos de estiagem, o que inviabiliza outras lavouras menos resistentes e impossibilita um investimento mais expressivo na pecuária.

A cultura do sisal, que gera vários empregos, inclusive utilizando mão-de-obra infantil, como tem sido amplamente noticiado pela imprensa {carece de fonte de informação}[1],e reconhecido por órgãos oficiais [2], e comunitários de mobilização [3], tem também seu lado perverso: o grande número de mutilados pelo motor que faz a extração da fibra. Muitos dos mutilados não são assistidos pela previdência social, em razão de não possuírem registro em carteira, o que faz com que não tenham direito a aposentadoria ou indenização por acidente do trabalho ou por invalidez decorrente do acidente, tornando essas pessoas dependentes da família, e abandonadas pelo Estado.



Última atualização: 19/01/2019 20:48